21 de setembro de 2013

TeceResenha: Claro que te Amo! Autora:Tammy Luciano, Editora Novo Conceito


Autora: Tammy Luciano





Sabe quando começamos a leitura de um livro e vamos imaginando que conhecemos o enredo, não é o caso de “Claro que te amo”. Tratar numa narrativa sobre relacionamento requer trazer aspectos que nos façam transportar, identificar-se com o personagem, e isso vai acontecendo na leitura. Piera, a personagem principal, com suas fortalezas e fraquezas, quem nunca se sentiu assim, hein!

O admirável em Piera é a trajetória de experiências que vão sendo apresentadas desde os 5 anos de idade, flashes de situações que remetem ao comportamento atual da nossa amada personagem. Doce, cativante, com amigas que são um verdadeiro Clã do bem, os obstáculos tornam-se mais fáceis de percorrer, e também permite que tomemos decisões.

A trama nos encanta com cartas, mensagens, e o encanto artístico da simbologia das borboletas ( há muito a se contar, mas vocês precisam ler,para sentir a essência que senti, Uau!).

O pai de Piera, arquiteto, gentil, companheiro e um pãe( Pai- Mãe). Nos caminhos entre abandono e redescoberta, as superações  e sentimentos de Piera são muitos, acabado um relacionamento de 6 anos, e de repente, ver-se numa transformação de conhecer a sua mãe, que é o marco de várias outras mudanças em sua trajetória, e claro.. um amor, e que Amor, Excelente, Hein!

Marcelo, este personagem dá energia, motivação e mostra-nos os deslizes e acertos que cada ser humano vai vivenciando ao logo da vida. Algo bem importante, nem todos vivenciam as experiências, desilusões da mesma maneira, Que bom!

Numa necessidade latente de leveza, o amor vai sendo trilhado, a quando for dito: Claro que te amo, será verdadeiro. Neste ínterim, eis que a narrativa faz a incursão do simbolismo da libertação, voo, com a borboleta, o desejo de cada um de nós: “O prazer de ser borboleta. Ter asas, amar intensamente, acreditar no sol se pondo, respirar o perfume doce, voar... Ai.ai, ai.. voar! Voar longe, acreditando em tudo de maior, acreditando ser capaz de enfrentar seu maior fantasma e salvar a vida da menor formiga” ( pág. 197).


Cada capítulo, Tammy Luciano inicia com uma frase, que vai marcando e tecendo a sequência da narrativa, provocando curiosidade, alegria, surpresa, e tantos outros sentimentos que da primeira até a-última página do livro vão nos fazendo sentir borboletas na barriga, aquele friozinho que nos move, renova e encanta.
O final, #Surpreendente.


Pensamos em #Amor, encontramos o #Perdão, #Conquista, e vemos a #Dor. Tudo tem duas faces. Claro que te Amo trata de relfexões sobre o #Saber, #Ser amor, amar. Tammy Luciano, que renovação é fazer a leitura deste livro, tantas revelações que vão se assemelhando com os momentos de cada leitor. Dias de Curtição, ansiedade, alegria, lágrimas. Lindo!!!


Como há várias citações de músicas no livro, escutemos esta encantadora: Alicia Keys




Quem deseja ler Claro eu te amo?

Para quem você diria esta frase?


2 comentários:

  1. Olá Renata
    Desde que vi a capa deste livro entre os lançamentos da Novo Conceito, fiquei curioso por conhecer a sua história. Esta é a primeira resenha que leio sobre o livro e posso dizer que fiquei muito curioso. Já esta anotado para minhas futuras compras.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiiiii,

    Amei a resenha e posso garantir aumentou minha curiosidade de ler esta maravilhosa obra da Tammy só para descobrir que grande essência é essa que cativou as emoções de minha amiga, sempre perfeita as resenhas do Tecer e novamente te dou um parabéns pela elaboração feita pelo coração. Amei!!
    Um beijo

    ResponderExcluir