4 de novembro de 2011

SextaFestGirassol: Menina Menina Princesa de Lama



Menina- menina, princesa de lama
Autora: Rosane Vilela.
Editora: Paulinas
Págs: 23

" Com quem brinca essa menina de se virar e desvirar? Em princesa de lama: estrela-cometa; E meninas de laço de fita e de rio? "

A semana encantada de poesia, com o centenário de Carlos Drummond  de Andrade, encerra com um presente para as crianças, a poética do livro Menina-menina princesa de lama de Rosane Vilela.
A menina das poesias, contidas no livro, gosta de brincar e desvendar cada lugar, seja o imaginário, seja o seu lugar. A natureza é a essência do livro:O mar, a lama, uma menina que se fantasia, conforme seu nome varia, eita, rimou, Vejam os nomes:

Estrela-Menina
Menina de laço de fita
Menina de rio
Os nome vão encontrar lugares maravilhosos para pousar, serão alamedas da infância, a história contada em versos, uma beleza, significância...

"Na alameda da infância, o tempo guarda os seus mistérios..."


Contar histórias em poesia é ter a possibilidade de rimar, aproximar o lúdico, fantasia, e você verá, quanta coisa pode encontrar. O poema, que é sugestivo, pelo título, Menina do laço de fita" à história de Ana Maria Machado, "Menina bonita do laço de fita", mas são temáticas distintas. No entanto, é possível  que tenha sido uma homenagem da autora Rosane Vilela à Ana M Machado, e também o recordar, a infância de tantas crianças, meninas com seus lindos laçarotes no cabelo, e que brilham em sua lindas festas, como citado no verso do livro: 
menina que brinca no laço da história...


Os laços da imaginação vão permitir que cada leitor, pai, mãe, professor, possa descobrir que a linguagem para se contar histórias são escolhas, a escolha da menina vão várias, e todo dia pode mudar... mas nunca deixará de ser menina, mesmo o tempo indo e vindo, neste passar..

A obra de Rosane Vilela, poesia para crianças, é uma travessia de estímulo literário.Conheça, leia e você entenderá, a presença marcante da lua na capa, imagine.....

E este livro, alguém quer ganhar, comente, comente, é um dos presentes para o TecerTopTopComentarista, e virá mais... aguarde!!



3 comentários:

  1. Capa lindona, passa um ar de mistério, dá até vontade de passar a mão hehe

    Acredito que muitos não gostam de poesia, porque não é algo qe se lê e você já entende, tem que interpretar, sentir...

    E o modo como os livros infantis a trazem é simplesmente esplêndido.

    Adorei a resenha e a dica Re, vamos usar a imaginação e os sentidos e curtir a obra *_*

    Beijinhus
    Babih Hilla
    http://revolucionandogeral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Assim como a menina do livro a minha pqna desvenda o mundo as folhas, formigas, o dia anoite e é isso que toda criança deveria fazer experimentar, viver, ser criança e eu torço para que isto se torne uma realidade UNIVERSAL...e a beleza da capa deve estar recheando o livro.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser uma obra recheada de poesia e de leveza, amei a capa e a proposta do livro. Bjos!

    ResponderExcluir