25 de julho de 2011

Segunda Ilustrada: Felipe Vellozo, Autor de Imagens "Histórias de dois lados."






A Segunda Ilustrada traz o encanto, sintonia, deleite ilustrado de um jovem, Felipe Vellozo, que compartilha a sua história conosco.Ilustrador de “História de dois lados”, livro publicado pela Zit Editora, o Tecergirassóis socializa a história e os lados de Felipe, que nos revela o imaginário de quem cria, e nós, apreciamos.

Bem, vamos conhecer, Felipe Vellozo.

1.Quem é Felipe  Vellozo, autor de imagens- Ilustrador?(Quando começou, sua trajetória de trabalho?)

Créditos do autor, Felipe Vellozo, direitos reservados.
1. Sou carioca, formado em Design Gráfico pela EBA-UFRJ em 2008. Considero que minha trajetória profissional começou não no meu primeiro trabalho publicado, mas sim nas aulas na faculdade, no estágio que fiz e em cursos avulsos, onde comecei a ter uma idéia de como era o trabalho de ilustrador. Durante a época de faculdade, onde tive aula com Rui de Oliveira, também trabalhei como assistente do Ivan Zigg e fiz cursos de Ilustração, Diário Gráfico e Aquarela com Renato Alarcão. Esses três ilustradores que citei são alguns dos melhores da área de ilustração infanto-juvenil e me forneceram uma boa preparação para entrar nessa área. Tanto que, sob orientação do Prof. Marcus Dohmann, meu projeto de graduação na faculdade foi um livro infantil com texto de minha própria autoria, O Menino Camaleão, ainda comercialmente inédito. O primeiro livro que ilustrei publicado comercialmente foi História de Dois Lados, texto de autoria de Luis Pimentel, publicado pela Zit Editora, em 2010. Ele foi a porta de entrada para os convites de outras editoras.

2.Como a Literatura Infanto Juvenil começou a circular seu imaginário, tanto como artista e como leitor?

A Literatura Infantojuvenil está presente desde o começo da minha vida. Segundo minha memória me permite, a partir dos 3 anos de idade já folheava uma coleção de revistas de contos infantis ilustrados que vinha com fitas cassete para audição das histórias. Essas revistas e os livros infantis que vieram a seguir eram também um suporte para eu fazer minhas intervenções artísticas, pois nessa época eu também já sabia segurar um lápis. Quando mais velho, veio a mim a enxurrada de Ziraldo, Monteiro Lobato e companhia. Era a época da escola, onde começava a desenhar com mais freqüência. Depois segui para a faculdade e veio a formação que já citei anteriormente.  



3.Que ilustração que lhe marcou, marca a sua trajetória de trabalho?

Essa é uma pergunta difícil de responder. Simplesmente não há somente uma única ilustração que desempenhe esse papel, mas há várias, de vários artistas diferentes que de alguma forma marcaram minha trajetória profissional. E essas influências vêm de diferentes épocas da minha vida e até hoje são válidas. Posso citar Mauricio de Sousa, Ziraldo, Al Hirschfeld, esses são apenas menos de um por cento do que eu absorvo e estudo de ilustradores que de alguma  forma me marcaram como referência. E ainda haverá muito mais por vir..

Mudança de data, é amanhã!
Cartaz do Lançamento do Livro História de dois lados.

Ainda há muita coisa por vir, e na próxima segunda,  publicaremos mais revelações de um ilustrador e de estímulo para quem quer ser autor de imagens. E nós ficamos aqui, admirando as lindas obras, que nos revelam outras histórias, porvir...

Leve um pouco da obra de Felipe Vellozo. As pessoas que comentarem na postagem, até dia 31 de julho ( domingo), na segunda faço o sorteio do kit com 5 marcadores de Histórias de dois lados e um bloquinho da Zit Editora.

Revele-nos a beleza, o que você achou da entrevista. Você gosta de ilustração?
##Comente com o TecerGirassóis e a Zit Editora.

Quer conhecer mais Felipe: Clique Aqui




5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. "Segundo minha memória me permite, a partir dos 3 anos de idade já folheava uma coleção de revistas de contos infantis ilustrados que vinha com fitas cassete para audição das histórias"

    Ah eu também fazia, até lembro que uma história que vinha com a fita cassete era a do Hércules hehehe

    Eu amo ilustração! Sempre gostei de desenhar, e olha que desenhava muito bem, mas com o passar dos anos deixei isso de lado e perdi um pouco a prática. É um deleite aos olhos ver lindas e meigas imagens que compõem aquilo que a gente mais ama: os livros.

    Quando eu tiver uma filha(o) quero muito incetiválo(a) a ler e a desenhar. :D

    Amei o post Re!

    Beijinhus
    BabihGois
    http://babihgois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sempre lindas suas matérias e resenhas. Adorei as ilustrações são maravilhosas, meu desejo é sucesso para vocês e espero receber belos convites como este. Bjos!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer mais um pouco sobre o Felipe Vellozo! Lindas as ilustrações, achei fofos os marcadores. Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Lindas ilustrações *-*


    beijos,
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir