20 de junho de 2011

Segunda Ilustrada, Parte II: Sandra Ronca e sua criação.



Curiosos para saberem um pouco mais sobre Sandra Ronca?
Este momento, irei trazer inúmeras ilustrações em que vocês poderão visualizar o estilo das tecnicas que utiliza,  e que geram tanto encantamento, ao findar o encontro: Imagem e texto verbal.
Hoje, temos as ilustrações, variadas formas. Esta é a foto de hoje de Sandra, por meio das suas belas obras.


Vamos lá!!!

04 de maio




5. Quais as suas linhas de trabalho ilustrativa, os recursos, técnicas que utiliza nas produções?
Utilizo aquarela, acrílica e técnica mista. A escolha por vezes se dá conforme o clima do texto. Mais intenso, delicado, romântico...
Digo que a aquarela é sedutora, pelas suas manchas e nuances. Ao mesmo tempo é etérea, transcendente.
Nos livros publicados, é a técnica que mais utilizei.
O livro ‘Por quê? Por quê? Por quê?’ fala de um menino curioso, o senti irrequieto, vibrante, as cores surgiram intensas em acrílica.


Cama com ervilha 



6. Que análise faz da seguinte afirmativa: O espaço imaginário entre o visto e o não-visto é a área preferencial de atuação do ilustrador ante a sua inexorável referência a um texto literário.

A ilustração no passado tinha caráter unicamente descritivo, reproduzia de forma exata a narrativa.
Até que se percebeu que havia um espaço em que se poderia ir além do que fora escrito, em que se poderia enriquecer o texto sem brigar com ele, inclusive contar historias paralelas. Surgiu a narrativa visual que também cria áreas ‘abertas’ a novas interpretações. O livro de hoje, resultado do texto escrito e visual, incluindo o papel do designer que também tem linguagem própria, nos fornece inúmeras leituras.

Sereia dançante


7. Com a tecnologia digital, que recursos digitais utiliza para criar suas obras?

Adoro trabalhar direto com a tinta, pincel, papel. Utilizo o computador para ajustes de cores, intensidade, algumas correções ou substituições de pequenos trechos da imagem. Por vezes, faço alguma montagem de imagens e também crio a boneca do livro em pdf.

Teatro
8. Como foi ilustrar a Obra Encantos e encrencas com a Branca de Neve?

Uma delícia! O tempo era muito curto, então, recebi sugestões para as imagens internas. Me encantei e fui tendo idéias para outras imagens, as quais eu sugeria e eram aprovadas. O livro ficou mais rico. Foi um trabalho de equipe que fluiu muito bem e acredito que está refletido no resultado.
A imagem da quarta capa surgiu de uma brincadeira de tentar imaginar como seria a Engenhoca caso ela fosse ilustrada por inteiro, pois eu deveria desenhar somente uma parte pequena. Surgiram vários esboços e a cada um, ela crescia mais um pouquinho. Ficou tão bacana que teria que utilizá-la. Foi aí que ela ganhou a quarta capa. E, posteriormente, foi a obra que escolhi para participar da exposição itinerante da AEILIJ (Associação dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil) que foi inaugurada no 13º Salão FNLIJ de literatura para crianças e jovens.
Um desafio, que não era previsto, foi criar e fazer a mão o título e flâmula que representam a coleção. Como o livro ficou leve, esta seria a forma ideal. Um trabalho que valeu a pena.


Tente desvendar uma destas imagens, pertencem a que livro?
Crie, invente, leia a imagem e construa seu comentário.
O comentário mais criativo ganhará um bloco da Zit e mais 5 marcadores.


Vamos lá!!!


9 comentários:

  1. Adorei o post. As ilustrações são lindas, encantadoras e vibrantes. Gostei muito da cena do teatro, seria o máximo ver os meus personagens favoritos reunidos em uma platéia dessas. Acredito que seja do livro "Encantos e Encrencas
    com a Branca de Neve". A ilustração da Cama com ervilha deve ser do livro "A princesa e a ervilha".
    Bjkas!
    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  2. Ai, que delícia essas ilustrações *-*
    Os ilustradores são mágicos capazes de captar os sentimentos de um livro e transformá-los em imagens *-*

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindo!!!!!!!!
    Tinha tanta vontade de saber desenhar

    ResponderExcluir
  4. Sempre lindas as ilustrações e dedicadas resenhas, maravilhas!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Lindo post, sou uma negação para desenho e admiro muito esse dom que algumas pessoas têm.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Essa cama com ervilha me lembrou um conto que tenho em uma coleção de livros aqui de 1965, que a rainha colocou na cama da mocinha para ver se ela era mesmo uma princesa, e era rsrsrs

    Imagens tão fofas e sutis, realmente lembro que antigamente (bom não tão antigamente rsrsrs) as imagens eram perfeitas, no sentido de ilustrar a situação, não podia ser de outra forma que acabasse mudando os personagens e coisas dos gêneros, que bom que mudou, agora com certeza além de enriquecer o livro, as figuras acabam atinando ainda mais a curiosidade de ler o mesmo.

    Amei!!!
    Beijos
    BabihGois
    http://babihgois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. 4 de Maio representa a meu ver a libertação dos sentimentos de um menino creio eu. Deixar seus sentimentos te guiar e assim responder a tantos Por quê? Por quê? Por quê? de um jovem ainda descobrindo o mundo bem com o maior dos sentimentos o amor.

    ResponderExcluir
  8. Hey :)

    AMEI essas imagens *-*
    Sou BEM viajada hahahaha Mas vamos lá...
    Na primeira imagem eu vejo ou o nascimento ou a morte de algum animalzinho da menina (o coração pode representar a vida chegando ou indo);
    a fotinho da ervilha me lembra a história da princesa; a sereia dançante além de possuir pés para dançar pra mim a cauda tá dando uma ajudinha também e o útlimo eu vejo um teatro mesmo! hahaha

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  9. Lindas ilustrações.

    Eu gostei muito da cama com ervilha. Sei que muita gente lemboru da história da princesa e tals.. e eu não lembro de jeito nenhum... =/ Mas o que me atraiu foram as cores. Esse jogo de cores usados em um objeto simples, ou que geralmente possuem cores simples, fechadas, veio com uma liberdade ousada da mistura. Um arte que alegra aos olhos e encanta. Quem não sentiria vontade de se jogar em uma cama assim. A natura do objeto requer cores neutras, mas com a variedade em que está aí, nos fz percber que a criatividade cai bem em qualquer coisa e em qualquer momento.

    Bjs^^
    Danni
    http://www.garotas-e-livros.blogspot.com/

    ResponderExcluir