6 de abril de 2011

Resenha em mistério e romance: Olhos de Fogo


Olhos de Fogo
Helena Gomes
Kathia Brienza

Ano: 2010
176 págs

A história dá sentido à ficção ou a ficção promove novo olhar em relação a história?

A leitura do livro “ Olhos de fogo” é intensa, mágica, fantasiosa, e também real. A fantasia construída nesta narrativa mostrou-se tão próxima a mim, pois o livro é pautado na fase em que o Brasil era dominado pelos holandeses, e o cenário de maior destaque, devido as produções açucareiras e as belas construções empreendidas pelos  holandeses é o Estado de Pernambuco.Pensei que a minha origem, sou recifense de coração, iria interferir na leitura, e possivelmente numa saturação histórica. No entanto, nós leitores somos contemplados constantemente com que são construídos de cenários, vivências no povoado de Recife, Maurícia, tudo que transcorre e nos enfeitiça no ambiente em Tejucupapo.

Conhecer Tejucupapo pelo olhos de fogo foi uma experiência impar, ambientes que já havia visto, passado de carro, mas que tem toda uma nova dinâmica, a partir da leitura deste romance. Romance? Eu nem sequer imaginava que era um romance, e daqueles que tem verdadeiramente uma trama conceitualmente formada, citada, acompanhada passo a passo, em um ambiente que lutas  por terra, poder e os mistérios sobrenaturais da cultura indígena.
O convite desta incursão histórico-literária é para viajar neste referido mês de abril, só que em 1646. Os personagens da história travada em Pernambuco Mauricio de Nassau; O desenhista, pesquisador Frans Post, e tantos outros que integraram e registraram aos quatro cantos do estado de Pernambuco tudo, os encantos, os dilemas e os prantos da dominação européia.


Os personagens principais da trama são o rapaz holandês Pim e a jovem índia, que reside em Tejucupapo, Jussara. Na união para investigar e defender seus entes queridos e a população, estes convívio revelará muitas emoções, como neste trecho:

As bochechas do garoto arderam, enquanto ele se controlava para não explodir de felicidade. Aquela maluca de quem ele infelizmente gostava tanto se dignara a elogiá-lo. [...]
Pim ficou no mesmo lugar, seguindo-a com o olhar e um sorriso no rosto inchado e roxo de hematomas.
- Ela também gosta de mim...- murmurrou, feliz.

Os dois terão muito a conversar e desvendar os mistérios dos Olhos de fogo, que ronda as florestas e caminhos por onde muitos circulam em Tejucupapo. As lendas e crenças dos povos indígenas são elementos de grande encanto nesta narrativa, pois os olhos de fogo tentam lançar os cuidados para a terra, mas o mistério de Anhangá, deusa da floresta será só um das criações, e em seguida, muitas batalhas contra forças ocultas serão travadas, em que os ritos são formas de envolver a leitura.
A paisagem de Tejucupapo, as águas praieiras de Carne de Vaca, o encanto não livrará da segunda luta dos holandeses para conquistar o território, onde há o cume da narrativa sobre a Luta das mulheres de Tejucupapo. Uma das mais belas  representações da luta feminina, as guerreiras de Tejucupapo, em defesa de todos.Revelado no seguinte trecho:

Lideradas por Camarão, pegavam pilões, vasilhas, panelas, tachos grandes de barro e toda água que pudessem carregar, Joaquina e Clara foram recolher todas as pimentas existentes nas hortas das redondezas.

Lutas, suspenses, fantasias, espíritos romance, e muito mais em Olhos de fogo:

Que mistério é este:

Jussara tirou os fios de cabelo que o vento forte jogava contra seu rosto. Alguns trovões já sacudiam o mundo. Faltava pouco para a tempoestade desabar.
- Você sabe o que penso sobre o assunto, holandês, dizendo a Pim. E não é que agora vou acreditar em espíritos da floresta e em demônios que perdem tempo em evocá-los.

Então, qual será o mistério?Você vai fantasiar e viver todos os momentos fascinantes deste Romance, Leia!

15 comentários:

  1. Adorei que o personagem é de Pernambuco, nordestino como eu \º/

    Bjs flor

    ResponderExcluir
  2. Adorei a sua resenha =) Fala muito bem desse livro fantástico!!!
    Conhecer um pouquinho da história da sua terra através desse livro foi ótimo =) Gostei muito!

    ResponderExcluir
  3. oii querida!!!

    ameei sua resenha, nunca tinha ouvido falar desse livro, acredita? mas pelo que você escreveu parece ser ótimo^^

    e muito obrigada pelo carinho e pela visita no meu blog, volte lá sempre!
    tive uns probleminhas numa reforma aqui em casa e fiquei meio enrolada, mas nesse fim de semana volta minha coluna lá no Livros da Vivi.

    megaa bjoo
    ;**
    http://bybrunakitty.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Rê!
    Não conhecia o livro e adorei a resenha. Adoro conhecer culturas, histórias e estórias novas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Lindona!!!
    Não conhecia o livro e adorei a sua resenha, mostrou bem o conteudo do livro.
    Deu vontade de ler,
    AMEI!

    Beijos!
    by Carla

    www.blogmeureino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. É sempre muito bom ler algo sobre nosso estado! E pelo que você contou na sua resenha, não é só um romance, é também uma lição de história! Aposto que vale muito a pena ler. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa! E eu ainda não conhecia esse cantinho todo especial?

    Amei!

    ResponderExcluir
  8. Caramba, é o segundo blog hoje que vejo falando do livr. Agora é que estou mesmo interessada rs

    A capa é super legal.
    E Rê, não esqueci a parada do cantinho não, ok? Eu vou tirar a foto essa semana ;)

    Bjs
    Kel - It Cultura
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  9. Massa! Leitura nacional e com cenário no Nordeste, claro que eu quero e devo gostar!

    =**
    itcultura.com

    ResponderExcluir
  10. Adoro os livros da Helena Gomes, a sua resenha so me deixou com aquela vontade louca de ler,
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. Nossa... Acreditam que faz apenas poucas semanas que eu descobri sobre este livro maravilhoso? O___O

    Absurdo!!! *arranca os cabelos*

    A partir das resenhas que ja li sobre Olhos de Fogo, o roteiro me parece surpreendente, abordando muitos pontos inéditos numa trama: a questão da invasão dos holandeses no Nordeste, a inserção de seres fantásticos, a historicidade dos acontecimentos, mais o fato dos personagens principais serem índios...!

    Isso tudo aliado ainda a suspense e mistério?

    OH MY GOD, QUASE NÃO ACREDITO NO QUE MEUS OLHINHOS ESTÃO LENDO *________________*

    Eu QUEROOOOOOOOOOOOOOOOOOOO \O/\O/\O/

    Não conheco autora, mas ela merece nota 1000 por possuir um talento destes e um roteiro capaz de fazer com que as pessoas abandonem a droga do preconceito e se interessem por um livro onde a acao toda ocorre no Nordeste, \o/

    Participando do sorteio agora e já - perdi o livro no sorteio do outro blog, mas aqui vou eu, lutar por outra chance de ganha-lo \o/

    Muito obrigada por sortear /o/

    Beijos!!!

    Illyana

    Illyana HimuraWakai
    illyana.himura@gmail.com
    @IllychanHimuraW

    ResponderExcluir
  12. Ainda não tinha ouvido falar do livro mas gostei muito da resenha e achei bem interessante. Quero ler. Bj!

    ResponderExcluir
  13. Oi Renata!

    Quero muito ler esse livro, a Helena escreve muito bem!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Viver o desafio da magia na história do nosso "Brasis" é recompensador. A autora nos promete uma visita ao Nordeste desde a origem, com amor, mistério, conhecimento, etc.... E a resenha é um apelo a essa 'visita'. Parabéns Rê e um brinde borbulhante p/ Helena Gomes e Kathia Brienza
    Ana M M Pereira

    ResponderExcluir