23 de dezembro de 2010

Poema Memórias de Contadores de Histórias








Ofertando um presente literário e visual, pelo ano de 2010 ter sido visitado por tantos encantamentos. O poema é costurado por títulos de livros que foram celebrados numa noite extremamente especial.Uma noite de contadores, e encantadores. Assim, desejo que nas celebrações de fim de ano possam contemplar o olhar das estrelas e a vida do criador. Leiam o poema, pois foi feito com todo amor.


Poema Memórias de Histórias

Momento de celebração,
Juntos na corrente,
Intensa comunhão
As palavras foram tecidas
Em linhas de coser
Mensagens da vida
No intense florescer.




Tecendo Continuação...



As histórias escolhidas
Representam um pouco de nós
As vezes sofridas, alegres,
Mas nunca estamos sós.
Saber que cada um é catador de pensamentos,
Que em meio a criação do mundo
Encontramos a descoberta
Em que há linhas fortes, resistentes, então,
Mas as palavras são verdades,
Ditas na contação.
Personagens marcantes estamos a celebrar,
Teresina e Gabriela,
Meninas travesas que não querem se largar
Tínhamos que nos encontrar
Por isso o curso nos invitou
Para mostrar que: Você é Especial,
Diante do criador.
A beleza do singelo é sempre a decifrar
O banquete de aniversário
foi servido,
Agora é hora de celebrar.
A semente da verdade,
Todos temos em nossas mãos
Somos árvores generosas a ofertar,
A beleza da vida, palavras no ar.
 
E nos contos de assombração,
Encontrarmos a cor
Seja chapeuzinho amarelo
Cabe a cada contador.
Recontar, alinhavando a emoção
Visitando a memória,
Ou perguntando: o que é?
Memória, ilhas de sentimentos
Nomes a lembrar:
Guilherme, Pandolfo Bereba,
Numa vão nos deixar.
Personagens da história
Saem para a vida
Mostram seu olhar,
Que uma pipa e um flor
Podem se apaixonar.
E neste momento de festa, então
Nada mal uns perus para o Juiz,
Para conseguir festejar,
Contos chineses,
Que trazem sua história.
Várias fadas, feiticeiras,
Vieram nos visitar
Umas queriam permanecer
Outras foram a regressar
E os monstros, então
Se inscreveram pra valer:
Teve o  nem ai, e até o Dum Dum Cererê
Mas meninas encantadas
Vieram dialogar
Line
seus amigos
Foram até visitar
Os pares de sapatos mais famosos
Do mundo encantado
Tina e Nicolau, sempre juntos.
Não diremos tchau,
Até breve, então,
Todos os nomes e contos estão bordados,
Num belo tecer
Escondido num bauzinho,
Que começaram a mergulhar
Outros espacos, outros ninhos,
Pois sao contadores e contadoras.
EN(CONTAR) mares navegantes..
Que estamos a mirar,
Miragens, imagens
Palavras que vão nos convidar
Assim, despeço,
Dizendo de coração
Que bom que nos conhecemos
Este ano foi grande celebração.

6 comentários:

  1. Oi Renata!
    Come é bonito esse seu encantamento com o que vc faz! Parabéns menina!
    Pra mim foi muito bom ter conhecido vc tb esse ano!
    Desejo a vc um monte de energia positiva no natal e um maravilhoso 2011!!!
    Beijoao Joao Soriano

    ResponderExcluir
  2. Fotos lindas!!! Parabéns pela formatura e pelo lindo livro!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o poema. Muito criativo! E muito legar ver cultura de prieira qualidade em blogs! Parabéns, ficou lindo! E feliz natal, atrasado! =D

    ResponderExcluir
  4. Renata e amig@s formandos vocês merecem abraços e homenagens em dobro. Parte pelo empenho no Curso e outra parte pela coragem e zêlo em dedicar-se ao Curso de Contação: Contação de história? e existe Curso pra isso? P A R A B E N S !!! Um grande abraço, direto do Sertão de Pernambuco (eita que aqui tem muita história pra contar...)

    ResponderExcluir
  5. Lindo, Lindo! Quem encanta e se encanta com as histórias... sente o poema tocar no coração! Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Renata ,"minha Dinda"
    Nesta teia de sentimentos segue um fio que jamais se partirar. Obrigada por sua alegria, seus abraços, seu sonhos, seus risos, sua amizade seu contentamento pelos meus conselhos nesta trilha de contação que estamos vivendo. Voce consegui resumir tudo neste belo poema.
    Vc já nasceu artista, sua luz irradia meiguice, envolvimento , sinceridade, doçura e beleza.
    Obrigada por sua amizade
    Beijos encantados de Folhinha de Arruda

    ResponderExcluir